domingo, 20 de novembro de 2016

Aprofundar as Ocupações! É Hora de Ocupar Brasília.

Nesse último mês, estamos assistindo um conjunto de ocupações e mobilizações dos diversos setores da juventude brasileira. Já passaram de 1000 o número de escolas e universidades ocupadas e a aprovação da PEC 241 na Câmara dos Deputados incendiou o espírito revolucionário dos jovens! Nesse momento, a tarefa de toda a juventude é barrar a PEC no Senado, agora com a denominação de PEC 55!
A PEC 55 (241) busca o congelamento dos investimentos em áreas sociais, como saúde e educação, em até 20 anos. A estipulação de um teto de gastos terá efeitos drásticos para essas áreas, proporcionando perdas que afetarão diretamente a classe trabalhadora e a juventude que sempre lutaram pelo direto ao acesso à educação e à saúde pública, de qualidade e populares. Essa PEC vem para enterrar a possibilidade de garantir os plenos direitos do povo brasileiro e, por isso, os jovens comunistas estarão marchando com a juventude brasileira para barrar tal processo!
O governo ilegítimo e golpista de Temer transmite a PEC como uma necessidade para a melhoria da situação econômica do Brasil e uma saída para a crise. No entanto, com ela, o governo apresenta um projeto que privilegia monopólios, os quais já apontam para a mercantilização de nossos direitos. Sucateando nossa rede pública de educação e querendo desmontar o já precário SUS, essa é a cartilha neoliberal de Temer e seus aliados: parar de investir e criar as condições para a venda dos direitos dos trabalhadores aos grandes monopólios, que em época de crise, buscam novas alternativas para continuar lucrando em cima do sangue e suor da classe trabalhadora!
Sendo assim, a UJC entende que é o momento de unidade da juventude contra os ataques nefastos de Temer, representante político da burguesia e do imperialismo! As ocupações são o primeiro estágio da luta política e da resistência do povo contra os ataques que estão vindo. Aprofundar o número de escolas e universidades ocupadas, deve ser uma necessidade imediata do Movimento Estudantil! A organização política dos estudantes secundaristas será fundamental para o sucesso das lutas, e além disso, criar entidades locais e municipais são passos importantes para resistir aos ataques futuros, no sentido de criarmos instrumentos de unidade.
A concretização das ocupações deve se dar no palco de onde nossos inimigos vem aplicando tantas medidas antipopulares: Brasília! O presidente da Câmara do Senado, Renan Calheiros, já deixou claro que
votará a PEC 55 em primeiro turno no dia 29 de novembro e em segundo turno no dia 13 de dezembro. Os inimigos da nossa classe estão pensando que podem desmobilizar a juventude votando um projeto de lei às vésperas do Natal e do Ano Novo. A UJC compreende que é preciso ocupar o Senado nos dias de votação da proposta e impedir que o maior ataque à classe trabalhadora dos últimos 15 anos seja aprovado, à revelia da vontade do povo. A juventude brasileira está dizendo não a essa PEC e ocupará Brasília para barrar mais um golpe contra os trabalhadores do Brasil.
FORA TEMER!
CONTRA A PEC 241!
OCUPAR O SENADO!
PELO PODER POPULAR!

Nenhum comentário: